quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Números de estabelecimentos hospitalares conveniados com o SUS revelam fraude assustadora no Maranhão

A lista de estabelecimentos hospitalares conveniados com o SUS no Maranhão é de fazer fantasma correr. Os dados cadastrais do Ministério da Saúde revelam uma fraude enorme. Não resistem a uma menor auditoria. O estado recebe uma montanha de recursos incompatíveis para os números reais existentes.
Pacientes do hospital Socorrão II, em São Luís (MA), sofrem com superlotação e instalações precárias

No cadastro do Ministério da Saúde, realizado até 2008, o Maranhão aparece com 234 estabelecimentos de saúde com atendimento de emergência total. Uma farsa. Segundo o médico e vereador pela capital, Francisco Viana (PSDB), existem em todo o estado apenas três, um em Imperatriz e dois em São Luís. Os números de 2008 quase não diferem dos atuais.

Consta no Ministério da Saúde que nós temos 166 estabelecimentos de saúde de emergência pediátrica. Outro engodo.

E mais: que o Maranhão tem e recebe verbas do SUS para 157 estabelecimentos de emergência obstetrícia. Uma mentira deslavada.

Pior ainda: temos nove estabelecimentos de emergência de psiquiatria. Não é verdade. Não existe nenhum, apenas para internação.

Aumentaram para 203 o número de estabelecimentos de emergência clínica, além de 20 que prestam serviços ao SUS com internação.

O quadro adulterado exibe em tela 189 estabelecimentos de saúde total com a rede privada. Em que estado estamos, afinal?

Até para diagnose a terapia na rede privada contamos com 65 estabelecimentos. Quais? E como se fosse fácil achar uma acomodação em um hospital, dados do Ministério da saúde registram que temos 13.837 leitos de saúde total. Como é que é?

E mais: 857 leitos para internação em estabelecimentos de saúde pública estadual e, pasmem os senhores, 6.726 leitos para a rede pública municipal.

Pior que estes números assustadores são os estabelecimentos localizados no interior do Maranhão recebendo recursos do SUS vias cofres das prefeituras. Só em Alcântara, por exemplo, existem 20 e em Buriticupu 26, sem falar em Paço do Lumiar com 16 e Pinheiro com 34.

Algo de estranho acontece com as verbas do SUS destinadas para o Maranhão pelo Ministério da Saúde. A bolada é alta, mas os atendimentos são péssimos.

Fonte: Blog do Cardoso

Um comentário:

  1. Caríssimo,

    Deu um problema no domínio do ovianense.com, por favor ajuste em sua lista para o novo endereço: ovianense2.blogspot.com. Agradeço!

    Att. Alexandre Oliveira de OVianense.COM

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidades de seus autores.