quarta-feira, 5 de março de 2014

EXCLUSIVO: Vaza informação de que ex-deputado Edivaldo Holanda foi ‘peitado’ para ser candidato ao Senado pela base politica de Roseana Sarney

Rumores dão conta de que conversas de bastidores estão ocorrendo de maneira silenciosa no tocante a sucessão de Roseana Sarney no Maranhão. Fala-se em Plano B, caso Roseana decida permanecer à frente do Executivo até o final do mandato.  Isto se concretizando o quadro politico poderá sofrer alterações jamais vistas na política maranhense.
Prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o seu pai
 Edivaldo Holanda (ex-deputado estadual pelo Maranhão)
Por conta disso, o Blog Leste em Off recebeu informações de fontes altamente credenciadas estabelecidas em São Luis (MA), que o ex-deputado estadual Edivaldo Holanda, o Holandão (PTC), pai do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, o Holandinha (São Luis), foi ‘peitado’ por interlocutores muitos próximos da governadora Roseana Sarney para ser o pré-candidato a senador pela base governista no mesmo palanque de Luis Fernando Silva (PMDB).  Há quem diga que Holanda tremeu mais do que vara verde diante do convite tentador e, quem sabe, até irrecusável.  Mas, não houve resposta no momento da conversa. 

TE CUIDA, FLÁVIO DINO!

Numa eventual situação de Edivaldo Holanda aceitar o convite para disputar a vaga de senador  pela situação governista estadual, o maior sacrificado nesse jogo  político seria o pré-candidato a governador pelo PCdoB, Flávio Dino, que poderia deixar de ser apoiado pelo prefeito Holandinha (PTC), em nome da causa do pai Edivaldo Holanda.  Não chegue a duvidar dessa possibilidade de isso acontecer de fato, visto que Holandão já foi ligado politicamente ao grupo politico de Roseana Sarney abandonando o barco para aderir ao governo  do saudoso Jackson Lago (PDT).  Então, há ainda fortes ligações.

LIGAÇÕES PERIGOSAS

Outro fato que intrigou os analistas políticos mais experientes foi à indicação de Helena Dualibe para a Secretaria de Saúde do Governo Edivaldo Holanda Júnior, cuja posse aconteceu no dia três de fevereiro último.  Helena Dualibe é prima do secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad. Ela é casada com Afonso Manoel  que está em seu segundo mandato como deputado estadual do Maranhão. Eleito em 2006, para seu primeiro deputado, com 71.372 votos, foi o candidato mais bem votado naquela eleição, em 2010 foi reeleito deputado estadual cargo que ocupa atualmente, onde desempenha a função de vice-presidente da Comissão de Assuntos Econômicos e tem um mandato atuante focado nas causas sociais.
Prefeito Edivaldo Holanda Júnior e a secretária Municipal de Saúde, Helena Dualibe
Afonso Manoel atualmente preside o Diretório Municipal de São Luís do Partido Social Democrático (PSD). Afonso já disputou a prefeitura de São Luís em 1996 e em 2012 concorreu ao cargo de vice-prefeito da capital maranhense.

HELENA DUALIBE

Quem é a secretária Helena Duailibe, médica graduada pela Universidade Federal do Maranhão com residência em Medicina Comunitária e da Família, realizada na mesma instituição. Servidora pública concursada do estado e município. Ocupou o cargo de secretária estadual da Saúde (2004-2006) e secretária municipal de Saúde (2009). Foi diretora do Socorrão I em 1996. Vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários de Estado da Saúde (CONASS-2005-2006). Presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (2009). Foi vice-prefeita de São Luís (2009-12). Vereadora de São Luís para legislatura 2013-2016. Foi responsável pela implantação do serviço de Oncologia no Hospital Geral. Implantou o Centro de Referência de atenção a Saúde da Mulher no Centro de Saúde Genésio Rêgo. Foi diretora do Centro de Saúde do Bairro de Fátima e Unidade Mista do São Bernardo.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Esquema de fraudes em licitações "arranjadas" de prefeituras é ralo de desvio de dinheiro público

Considerada o foco da corrupção e ralo dos desvios de dinheiro público, as licitações promovidas pelas Prefeitura Municipais correm soltas aos olhos do Ministério Público Estadual e Federal, além da inexistente fiscalização do Tribunal de Contas do Estado. No Maranhão a situação é mais escandalosa e gritante, onde algumas Comissões de Licitações e Pregoeiros se transformam em fraudadores profissionais de processos licitatórios, cuja ação começa com a criação de barreiras e dificuldades armadas com o objetivo de impedir qualquer tipo de acesso aos editais dos certames e depois passa pelos “arranjos” de ajeitamento até finalização de processos formatados à legislação para atender tão somente interesses de pessoas ou empresas, geralmente ligadas aos gestores municipais.

A esculhambação nos processos de licitações é tão grande que, em muitas prefeituras do interior do estado,a coisa virou uma máfia criminosa de desvios do dinheiro público, em que até ameaças de mortes são comuns de acontecer para quem tenta se intrometer na tentativa de participar dos certames, que, uma vez barrados, recorrem ao Ministério Público para denunciar possíveis mazelas.

Completamente alheio a esta questão, o Ministério Público do Maranhão, assim como o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), não apuram as denúncias formalizadas nas Promotorias Municipais. Em Codó, por exemplo, licitações para contratação de serviços foram marcadas para o dia 24 de dezembro de 2013, isto é, em plena véspera de natal, sendo uma às 09 horas e outra às 15:30 horas. Outros municípios também repetiram a mesma faceta nesta mesma data, através de suas Comissões de Licitações ou Pregoeiros, no caso, foram Pirapemas, Lago da Pedra, Morros, entre outros mais, conforme publicação do Diário Oficial do Maranhão.
Diário Oficial do Maranhão
A máfia das licitações arranjadas agem sempre planejando licitações para acontecer em datas de dias não úteis. Foi caso verificado em Alto Alegre do Maranhão, onde o certame foi realizado no dia 31 de dezembro de 2013, em plena véspera do feriado de ano novo, precisamente no horário das 14 horas, conforme aviso publicado no DOE-MA, edição do dia 17 de dezembro de 2013. Informações de fornecedores que não quiseram se identificar, temendo retaliação, dão conta que a sede da Prefeitura esteve fechada ao público nesse período, sob alegação de que estaria de recesso de final de ano. Consequentemente pasmem, o edital de licitação não foi disponibilizado.
Diário Oficial do Maranhão
No dia 31 de dezembro de 2013 foram realizadas quatro pregões presenciais em Alto Alegre do Maranhão, sendo o primeiro para fornecimento de materiais de expediente, didático e pedagógico; o segundo foi para contratação de empresa para locação de veículos utilitários e transporte escolar, o terceiro para contratação de empresa para serviços de impressão gráfica e o quarto teve como finalidade contratar empresa para fornecimento de medicamentos injetáveis, farmácia básica, hospitalar e controlados e materiais permanentes. Os avisos de licitações foram assinados pelo prefeito Emanuel da Cunha Santos Aroso Neto, conforme consta no Diário Oficial do Estado, edição do dia 17 de dezembro de 2013.

INEXISTE FISCALIZAÇÃO - Sem acompanhamento dos órgãos de fiscalização, de certo modo até leniente, muitas das licitações são feitas em escritórios de contabilidades, hoje apelidadas de consultorias técnicas, que montam o processo para cumprir a formalidade do TCE. No município de Mata Roma, por exemplo, as licitações são realizadas em sistema de Pregão Eletrônico, do site da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o “cidadecompras.com.br”.  Acontece, porém, que o sistema é utilizado apenas para disfarçar as fraudes cometidas pelos “pregoeiros” que o manipulam. Eles classificam processo licitatório deserto quando houve sessões, desclassificam empresas sem sequer observar os prazos constantes do próprio edital que elaboram. Em uma licitação recém realizada, pregão eletrônico 2/2014, às 16:30 horas, a empresa vencedora do certame foi inabilitada em menos de 2 minutas sob alegação de não ter enviado a proposta readequada quando o prazo para fazê-lo era de 24 horas para o e-mail do pregoeiro e logo em seguida, em menos de 10 minutos, declarou o processo como deserto, contrariando toda a norma editalícia e a legislação que trata do assunto.


Em alguns estados esse problema tem merecido uma atenção especial dos órgãos de fiscalização que, além de acompanhar, tem feito reiteradas recomendações as prefeituras municipais, dentre elas a de que licitações sejam abertas e em datas de dias úteis. No Piauí, por exemplo, o TCE determinou o cancelamento de licitações realizadas em datas suspeitas, como véspera de feriados tradicionais, tais como natal e ano novo, carnaval, semana santa, entre outras. O TCE do Piauí abriu um canal no seu site para receber denúncias, o que, de certo modo, inibiu consideravelmente práticas nocivas aos certames licitatórios promovidas pelas prefeituras municipais, dentre elas as de retenção de editais. 

Luis Fernando tem apoio dos três grupos políticos de Chapadinha, embora sendo adversários entre eles

Em Chapadinha, na Região do Baixo Parnaíba, o secretário de Estado de Infraestrutura e pré-candidato ao governo do Maranhão, Luis Fernando Silva (PMDB), conseguiu a proeza de unir ferrenhos adversários políticos em torno do seu projeto de suceder Roseana Sarney no Palácio dos Leões, entre os quais, os grupos liderados pelos ex-prefeitos Magno Bacelar e Isaias Fortes, além da atual prefeita Dulcilene Pontes, a Belezinha, que está em pé de guerra com alguns aliados.  
Izamara Meneses (de costas), deputado Magno Bacelar (gesticulando) e
Danúbia Carneiro (de blusa vermelha)
No sábado (01), o ex-prefeito e deputado estadual Magno Bacelar, a ex-prefeita Danúbia Carneiro, o ex-prefeito Isaias Fortes e a sua filha Izamara Meneses estiveram acompanhando Luis Fernando nas cidades de Afonso Cunha e Coelho Neto, na Região dos Cocais, por ocasião da assinatura da ordem de serviço para a obra de melhoramento e pavimentação da MA -123, interligando as sedes dos dois municípios maranhenses.  Os investimentos são da ordem de mais de R$ 24 milhões em 40 quilômetros de rodovia.  Vale lembrar que a prefeita Belezinha não participou das solenidades citadas. 
A conversa continua agradável entre eles
CRISE POLÍTICA E ADMINISTRATIVA

A prefeita de Chapadinha, Dulcilene Pontes, a Belezinha, resolveu radicalizar e de uma só “canetada” demitiu sumariamente a ex-assessora especial em Brasília, Izamara Meneses e o seu marido Charles Bacelar, que era o titular da Secretaria Municipal de Saúde.  
Deputado Magno Bacelar levanta os braços afirmando alguma coisa
A medida deixou o ex-prefeito Isaias Fortes com os poucos cabelos arrepiados de tanta raiva. Afinal, o seu grupo político teve participação fundamental na vitória de Belezinha na derrubada de Danúbia Carneiro do Poder Executivo Municipal, com a  derrota  se estendendo diretamente ao deputado Magno Bacelar, o popular Nota 10.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Remi Ribeiro confirma pré-candidatura da ex-prefeita Socorro Waquim para deputada estadual

Casal Socorro e Professor Sétimo Waquim
O presidente do diretório estadual do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, Remi Ribeiro, em entrevista ao Blog Leste em Off, por telefone no início da manhã desta segunda-feira (13), confirmou a pré-candidatura da ex-prefeita de Timon, Socorro Waquim (mesmo partido), para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão nas eleições deste ano. Tanto é verdade que Socorro Waquim não nega e nem esconde de ninguém sua pretensão de voltar ao Poder Legislativo maranhense.  Ela tem dito a amigos mais próximos que terá nesta próxima quarta-feira (15) um encontro com a cúpula do PMDB, em São Luís, para traçar os rumos de sua campanha.

Remi Ribeiro garantiu que Socorro Waquim reúne condições politicas e históricas por pertencer aos quadros do PMDB há muitos anos, até mesmo quando era ainda MDB, antes do processo de redemocratização do país. Ele citou, por exemplo, que ela já foi deputada estadual e prefeita de Timon por duas vezes. 

Em se concretizando essa definição, o casal Waquim - Professor Sétimo (candidato à reeleição para deputado federal) e sua mulher Socorro Waquim (pré-candidata a deputada estadual) vão repetir o que aconteceu em 2006, quando o então deputado federal Luciano Leitoa disputou à reeleição em dobradinha com o seu pai, o engenheiro Chico Leitoa (PDT), para deputado estadual.  

Outro fato é que o filho de Socorro e Sétimo, bacharel em Direito,  Ulysses Waquim,   vê mais uma vez o seu sonho descer por água abaixo, pois os seus amigos ensaiaram uma pré-candidatura dele para à Assembleia  Legislativa este ano. Depois voltaram a dizer que ele está sendo preparado nos bastidores para enfrentar o prefeito Luciano Leitoa (PSB) na reeleição em 2016. Mas, o seu pai, o deputado federal Professor Sétimo se provocado diz que sendo reeleito será o candidato natural a prefeito pelo PMDB.  Com isso, Ulysses vai ter aguardar mais tempo. 

sábado, 11 de janeiro de 2014

Luciano Leitoa anuncia as medidas que serão tomadas com a reforma administrativa na próxima semana

Prefeito Luciano anuncia pacote de
medidas na próxima semana
A tão propalada reforma administrativa aprovada pela Câmara Municipal de Timon no mês de dezembro de 2014, certamente proporcionará uma grande economia na manutenção dos custos da máquina administrativa na gestão do prefeito Luciano Leitoa (PSB) para os próximos três anos. A primeira etapa da reforma administração a ser colocada em prática a partir da próxima segunda-feira (13) prevê a redução de 34 para 25 secretarias e, além disso, a extinção de 390 cargos comissionados. Com o  anúncio das medidas a serem divulgadas pelo prefeito Luciano Leitoa, muitos assessores e aliados estão sem dormir nos últimos dias temendo serem alcançados com os efeitos das medidas de contenção de despesas.

Com a execução da reforma administrativa aprovada pela CMT, no âmbito do Poder Executivo, foram extintas algumas secretarias e outros órgãos e, em alguns casos, houve fusões.  Neste caso, ficaram extintas as Secretarias de Defesa do Consumidor e da Mulher, que serão transformadas em departamentos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania. A Secretaria de Agricultura passa a ser Secretaria de Desenvolvimento Rural; a Secretaria de Infraestrutura passará a ser Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura; a Secretaria de Juventude passará a ser Secretaria de Esportes, Juventude e Lazer. A Secretaria de Comunicação perdeu “status” voltando a ser Assessoria ou Departamento de Comunicação, vinculada diretamente ao Gabinete do Prefeito. O Departamento Municipal de Trânsito – DMTRANS passará a ser integrado a Secretaria Municipal de Segurança Pública.

PRIMEIRA MUDANÇA

No início da semana passada, houve a primeira mudança neste ano. O secretário Municipal de Meio Ambiente, professor Jorge Rios, foi exonerado do cargo que ocupava desde o começo da gestão de Luciano Leitoa.  A saída de Jorge Rios virou motivo de muitas especulações. Uma delas é a de que ele devolveu à natureza mais de 50 pássaros entre canários que pertenciam a altos figurões do meio politico, empresarial e até policiais tanto de Timon como de Teresina.  Esses pássaros foram apreendidos pela Polícia Militar de Timon durante operação numa rinha na Rua 100, em Timon. Segundo consta, um vereador de Timon teve o seu canário apreendido no valor estimado de R$ 15 mil. Há quem diga que um coronel da Polícia Militar do Piauí também perdeu seus “bichinhos” de briga e ficou uma arara com o desmonte da rinha.

Estranhamente até o momento nem a polícia e nem a justiça deram informações plausíveis  sobre o andamento do inquérito que apura esse escândalo  envolvendo empresários, políticos e policiais. Um questionamento simples: porque só foram apreendidos os coitados dos canários e os seus respectivos ficaram impunes?  Para alguns observadores, os proprietários dos canários deveriam ter sido presos e autuados em flagrante delito. É, mas, as coisas são assim mesmo. Cadeia ficou para pretos e pobres. Durma-se com um barulho desse tamanho!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Quatro faculdades do MA estão com vestibulares suspensos, diz MEC

MEC divulgou lista de 270 cursos que terão o vestibular suspenso.
Faculdades são em São Luís, Timon, Imperatriz e Caxias.


Quatro faculdades do Maranhão estão na lista divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) nesta sexta-feira (6), que vão ter o vestibulares suspensos ou fechados. A lista de cursos e instituições foi divulgada no "Diário Oficial da União".

A Faculdade Maranhense São José dos Cocais, em Timon, e a Faculdade de Imperatriz, no município de Imperatriz, não poderão realizar vestibular para os cursos de ciências contábeis e administração.

A Faculdade Estácio de São Luís, na capital maranhense, não poderá realizar vestibular para o curso de ciências contábies. A faculdade Vale do Itapecuru, em Caxias, não poderá realizar vestibular para os cursos de ciências contábeis e direito.

A penalidade é resultado da divulgação do Conceito Preliminar de Cursos (CPC) de 2012, na última segunda-feira (2). Ela será aplicada aos cursos que tiveram conceito insatisfatório em 2009 e repetiram o resultado em 2012.

O MEC considera insatisfatórios os cursos com conceito abaixo de 3. A escala varia de 1 a 5. A maioria dos cursos com resultados insatisfatórios são de administração (103), seguido por ciências contábeis (51), direito (38), comunicação social (16) e os demais (62). Ao todo, foram avaliados no CPC de 2012 os cursos de humanidades: administração, ciências contábeis, ciências econômicas, design, comunicação social, direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo e turismo. Os cursos superiores de tecnologia das áreas de gestão comercial, gestão de recursos humanos, gestão financeira, logística, marketing e processos gerenciais também foram avaliados.

sábado, 30 de novembro de 2013

Luciano Leitoa recebe a garantia da liberação de R$ 10 milhões em emendas parlamentares para investimentos em Timon

A permanência dos dois dias que o prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), esteve em Brasília, visitando os deputados federais da bancada maranhense, já apresentou os primeiros resultados positivos para o município. Ele foi justamente ao Distrito Federal com o objetivo único e exclusivamente de conseguir a garantia da liberação de recursos federais para serem investidos em Timon no próximo ano.
Luciano Leitoa com o deputado Simplício Araújo: R$ 10 milhões para Timon
Dando uma rápida pausa na agenda política e, com isso, voltando-se para as questões administrativas, o prefeito Luciano Leitoa deu uma lição de grandeza ao visitar seu ferrenho opositor, o deputado federal Sétimo Waquim (PMDB), que juntamente com seu grupo político de oposição tem influenciado fortemente nos ataques a atual gestão municipal que só completará um ano em janeiro de 2014. Em alguns casos, as críticas são infundadas e levianas chegando ao ponto de mencionar a vida do ponto de vista pessoal. Sem dúvida, uma prática abominável na politica partidária.

Além de ter visitado o deputado federal Sétimo Waquim (PMDB), Luciano Leitoa também esteve nos gabinetes de outros deputados maranhenses, Domingos Dutra (SDD), Simplício Araújo (SDD), Carlos Brandão (PSDB) e até da sua companheira de partido, Luiz Erundina (PSB-SP).

Nestes encontros em Brasília, o prefeito Luciano Leitoa tentou sensibilizar alguns deputados federais a enviarem recursos através de indicações nas suas emendas parlamentares individuais para que sejam investidas nas mais diferentes áreas no município de Timon.

Leia a matéria completa no Blog do Ludwig Almeida

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Vice-prefeito Danísio Marabuco sai da toca e dispara críticas ao governo de Luciano Leitoa

Nem mesmo deixou completar o primeiro ano da gestão do prefeito Luciano Leitoa (PSB), ainda em janeiro de 2014, o vice-prefeito Danísio Marabuco (PCdoB), resolveu sair da toca demonstrando mágoa e insatisfação com o tratamento que vem recebendo na atual administração municipal, visto que os dois foram eleitos para o mandato até 2017.  Pela primeira vez, depois que deixou a Secretaria Municipal de Saúde, dois dias após a posse, Danísio Marabuco resolveu se manifestar publicamente em entrevista concedida na manhã desta sexta-feira (29), a Rádio Timon FM, quando criticou duramente o modelo de gestão adotado pelo prefeito Luciano Leitoa.  Por exemplo, de um a dez, deu seis como média para a aprovação do governo. 
Luciano Leitoa e Danísio Marabuco: A imagem foi feita na ocasião do Zé
Pereira 2013, quando eles estavam se relacionando bem
Para ele, falta autonomia para os ocupantes de cargos, notadamente secretários das mais diferentes pastas. “Particularmente, fui indicado para ocupar a titularidade da Secretaria Municipal de Saúde, mas sem nenhuma autonomia. Não sou menino, eu iria apenas assinar papel sem poder de resolutividade para nada. Por isso, resolvi não aceitar isso e pedi demissão. Alguns deles secretários deixaram os cargos”, desabafa Marabuco.

Mais adiante, Danísio Marabuco alegou que foi peça fundamental e importante no processo  eleitoral  que consagrou eleito o prefeito Luciano Leitoa  nas eleições de 2012.  “Todo mundo sabe da importância de minha participação como profissional de saúde, indicado pelo PCdoB, através do líder Flávio Dino, para ser o companheiro de chapa do prefeito Luciano Leitoa. Desta forma, contribui para a nossa vitória”, afirma ele.

Ao ser indagado via telefone pela diretora do Centro de Assistência Integrado de Saúde da  Mulher – CAISM, Maria José Araújo Torres, a Mazé da Saúde, porque estava ausente dos eventos promovidos pela Secretaria Municipal de Saúde, Danísio  Marabuco  foi bem taxativo: “Amiga Mazé, fui alijado. Vocês não querem que eu participe do governo”, disse ele, referindo-se a falta de convite para tais eventos e solenidades. No entanto, aproveitou o momento para cobrar também uma melhor estrutura com mais funcionários no tocante ao funcionamento do gabinete de vice-prefeito.

Ele condenou que dois grupos políticos vivem se perpetuando no Poder há vários anos em Timon. Neste caso, é a favor de que surjam novas lideranças jovens.

O vice-prefeito Danísio Marabuco disse que até a presente data não tem intenção de disputar qualquer cargo eletivo na próxima eleição.

DISTANCIAMENTO

Entretanto, enquanto Danísio Marabuco anuncia o distanciamento do governo municipal, o seu irmão vereador Luis Firmino de Sousa Neto – Tuá fica cada vez mais próximo do prefeito Luciano Leitoa, a quem passou apoiá-lo tão logo assumiu a gestão. 

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Empresário Fábio Macêdo denuncia perseguição orquestrada pela governadora Roseana Sarney

Empresário Fábio Macêdo
O empresário Fábio Macêdo e pré-candidato a deputado estadual pelo Partido Democrático Trabalhista – PDT/MA, disse hoje (30), em entrevista ao blog, que está sendo vítima de perseguição política orquestrada pela governadora Roseana Sarney (PMDB), notadamente nos municípios de Dom Pedro e Santo Antônio dos Lopes, suas bases eleitorais no interior maranhense. 

Para Fábio Macêdo, Roseana Sarney tem dado demonstrações claras de seu incômodo com algumas candidaturas da oposição, simplesmente por se tratar de nomes fortes, independentes e com forte lastro eleitoral. “A prova disso, a base governista estadual já lançou duas pré-candidaturas para a Assembleia Legislativa na nossa região, visando enfraquecer o nosso projeto político para as eleições de 2014. Primeiro, sugeriram o nome da mulher do prefeito de Santo Antônio dos Lopes, Eunélio Macêdo, primeira-dama Ana Macêdo, a Ana do Gás, como pré-candidata a deputada estadual. Segundo, a turma do Palácio dos Leões já lançou um Plano B, podendo apoiar a pré-candidatura do empresário Eduardo José Barros Costa, o Eduardo DP, filho da ex-prefeita de Dom Pedro, Arlene Costa, que perdeu a eleição para o atual prefeito Hernando Macêdo”, afirma Fábio Macêdo, irmão de Hernando Macêdo.

De acordo com o empresário Fábio Macêdo, a estratégia visa minar sua ampla chance de vitória para deputado estadual. “Desta forma, fica claro o desespero do Governo Roseana Sarney, que tenta a qualquer custo dividir os votos na Região de Dom Pedro. Pelo jeito, perceberam o enfraquecimento de Ana do Gás e, por isso, vão apelar agora com a candidatura de Eduardo DP. Entretanto, isso não me deixa nem um pouco desconfortável porque acredito no nosso trabalho e na vontade do povo”, finaliza o jovem Fábio Macêdo, pré-candidato a deputado estadual pelo PDT.

terça-feira, 15 de outubro de 2013

José Reinaldo e Rafael Leitoa farão dobradinha com o apoio de Luciano em Timon

O presidente Regional do Partido Socialista Brasileiro – PSB e prefeito de Timon, Luciano Leitoa, já definiu desde o último dia 4 de outubro, que apoiará a pré-candidatura do ex-governador José Reinaldo Tavares para deputado federal nas próximas eleições de 2014. Tavares é também do PSB e Leitoa obedeceu à recomendação amigável do presidente Nacional da sigla e governador de Pernambuco, Eduardo Campos.
Zé Reinaldo no dia em que foi oficializado como pré-candidato a deputado federal
Nas últimas horas, informações contundentes de fontes altamente confiáveis dão conta de que o engenheiro civil e assessor especial da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Rafael Sousa, o popular Rafael Leitoa, assinou a ficha de filiação ao Partido Democrático Trabalhista – PDT, para ser o pré-candidato a deputado estadual da base governista municipal formando dobradinha com José Reinaldo Tavares que pleiteará vaga na Câmara Federal com o apoio da família Leitoa, em Timon.
Prefeito Luciano Leitoa e o assessor Rafael Leitoa em visita as obras
na manhã desta terça-feira (15)
Com isso, as especulações em torno do nome do atual secretário Municipal de Saúde, Márcio Sá, que ficou cotado nas bolsas de apostas até a semana passada, deixaram de ser o ponto alto em rodas de conversas sobre política. Neste caso, há quem diga que houve um suposto jogo de queda de braço e o defensor de Rafael Leitoa teria convencido os “resistentes” a optar pelo nome do jovem engenheiro civil, que vem inspecionando obras nos quatro cantos da cidade de Timon.  Diante dos fatos, Marcio Sá continuará com a dura missão de melhorar os serviços na área de saúde como um todo.

José Reinaldo com trânsito livre em Timon

O nome do ex-governador José Reinaldo Tavares certamente não sofrerá resistências e poderá ter uma grande votação acima das expectativas. É que, ele enquanto estava à frente do Poder Executivo Estadual disponibilizou recursos para centenas de obras de infraestrutura na gestão da então prefeita Socorro Waquim (PMDB).  Através dele, ruas e avenidas de Timon foram pavimentadas tirando muita gente da lama (inverno) e poeira (verão).