sexta-feira, 30 de março de 2012

Edivar Ribeiro diz que está sendo tratado como "oposição" no governo de Socorro Waquim

“Estou sendo tratado como se fosse da “oposição” ao governo municipal que ajudei a conquistar em 2008 por alguns membros da base aliada, exceto a prefeita Socorro Waquim e o deputado federal Professor Sétimo. Não admito que pessoas que se dizem nossos aliados nos bastidores me ataquem covardamente e aos meus amigos mais próximos. Desta forma, não aceito ameaças de quem quer que seja, assim como quero dizer que não tenho medo de ninguém. Por isso, exijo respeito”.


Edivar Ribeiro ao lado do prêmio Selo Suas
A reação em forma positiva mostrando que não deseja contemporizar com sacanagens partiu de forma contundente do vice-prefeito e secretário Municipal de Desenvolvimento Social, Edivar Ribeiro, durante entrevista exclusiva aos blogueiros Ademar Sousa e Ludwig Almeida  na manhã de quinta-feira (29) em seu gabinete na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social – SEMDES, acrescentando que se instalou no grupo liderado pela prefeita Socorro Waquim  uma verdadeira “onda de terrorismo”  com ameaças de retaliações políticas aos seus aliados que manifestaram apoio desde os primeiros momentos à sua pré-candidatura a prefeito pelo PMDB, visto que existem mais dois  pré-candidatos Tales Waquim e Irmão William, todos pelo mesmo partido.


O vice-prefeito Edivar Ribeiro admitiu que existe hoje uma guerra interna entre partidários dos três pré-candidatos a prefeito do grupo da familia Waquim provocando uma situação de desgaste podendo ter  reflexos negativos e seqüelas com “feridas” insanáveis”. Nesse instante, o governo precisa tomar uma posição urgente definindo o nome do candidato que representará a base governista  municipal. Entendo que podemos ganhar a eleição se todo o nosso grupo político estiver unido num único objetivo de derrotar a oposição”, disse Edivar Ribeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidades de seus autores.

Postar um comentário